Desentop

É lixado. Especialmente quando temos a mania que somos o rambo ou o mestre André. Passo a explicar. A minha sanita entupiu. O meu pai diz que a culpa não foi dele, mas talvez seja mentira porque eu, a minha mãe e a minha irmã, tínhamo-nos servido dela antes, sem qualquer problema. Comecei com a escova a tentar alcançar nas profundezas qualquer coisa que fosse o motivo do entupimento. Às vezes, dos bolsos das calças, caem os objectos mais surpreendentes. O meu pai começa a pressionar: “Sai daí, deixa-me ver isso.” O meu pai não gosta de bricolage, nem tem paciência para qualquer tipo de trabalho que exija calma e concentração. A certa altura começa a puxar o autoclismo várias vezes seguidas e eu mando-o estar quieto e ir buscar-me uma vassoura. Eu sentia qualquer coisa lá ao fundo e não me estava a apetecer meter o braço por ali a baixo. De repente (antes do meu pai chegar com a vassoura) a água começa a subir e a transbordar devagarinho. Os meus pés ficam ligeiramente molhados (estava descalço) e vestígios de papel higiénico desfeito vêm à tona. É nojento, mas muita sorte tive eu em não encontrar fragmentos de poios, ou isso. É nessa altura que decidimos ligar para os tipos do desentop. Passo a transcrever o magnífico slogan desta empresa: 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano (porreiro pá, estes gajos preocupam-se mesmo com o próximo, é bonito). Passado dez minutos, chegam dois tipos com mau aspecto e, um deles, com desagradáveis vestígios de um problema de acne mal resolvido na adolescência. Traziam umas sweat-shirts amarelas com a palavra desentop estampada, atrás, a letras garrafais. Ridículo. Pareciam dois palhaços. Sacam de material topo de gama. Ele eram tubos, ele eram aparelhos eléctricos, ele era tudo. Metem aquilo por ali a baixo. Diz o tipo, passado meio minuto: “Já detectámos os problema”, diz o meu pai: “Ai sim? Então estamos com sorte, carág. Deve sair baratinho.” “É assim, nos nossos serviços há um parte, que é esta, em que paga pela identificação do problema. Depois, dependendo da gravidade, da dificuldade de resolução... Isso depende. Isso é outra parte.” Portanto. Não sei se me expliquei bem. Com a desentop pagamos, numa primeira parte, para que nos identifiquem o problema e, depois, numa segunda fase, pagamos para nos resolvam, efectivamente, o problema anteriormente detectado. Uhm. Parece-me justo, não? Em nove minutos o serviço ficou pronto (ena, eles são bons). Antes dos anormais arrumarem os tubos e porem os kispos com desentop estampado nas costas (patéticos) o meu pai passa-lhes um cheque no valor 120 euros. A mim, dá-me uma imensa vontade de mandar um grande pú.

19 comentários:

/me disse...

Bom, ao menos resolveram-te o problema!

Anónimo disse...

isto é que se chama um post de merda eheh

P. Lino disse...

pois, é o que dá a "prisão de ventre" ou sindroma do cagalhão grosso

pencapchew disse...

Eheheh, um cagalhão bem problemático.

M.Azul disse...

LOL. Tiraste-me as palavras, pencapchew! Agora a sério, o texto está bem estruturado, diria mesmo que revela um equilíbrio semantico perfeito. ;) Beijokas

Vampirella disse...

Que aventura...

Pedro disse...

Existe mesmo uma empresa que, basicamente, é um autoclismo caro como o raio? A civilização cada vez mais se me revela um conceito fascinante...

Inês Ramos disse...

120 euros!!!! Dasss...

Ipslon disse...

eh pa, mas toda a gent sab ke canalizador da dinheiro, so ke ninguem acredita.
o melhor e ter cuidado kom o ke se come,,.

Toni Torpedo disse...

Se achas caro, deixa o teu trabalho e vai mexer na merda dos outros!!!

Anónimo disse...

alguns médicos especialistas levam o mesmo e não nos curam de vez, só escrevem um papelinho com nomes ilegíveis que as farmácias entendem e que esperamos pelo menos nos atenuem os problemas (que são sempre uma merda) que o corpo humano não para de produzir: tal como as canalizações, é uma mina inesgotável

Anónimo disse...

Muita sorte tivesteste tu, em não te terem cobrado 250euros!! e.... as camisolas não são vermelhas?? ou fumaste alguma coisa antes pra disfarçar o cheiro?

Anónimo disse...

Sabe deparei-me aki na net com o seu comentario e acho deveras interressante estar a falar mal da empresa e eu sendo cliente nunca assisti a uma situação dessas sendo que caluniar a empresa do qual o post tem nome nao esta correcto. Primeiro pk essa empresa nao se veste de amarelo e depois porque nem sequer tem essa politica de pagar para ver e pagar para desentupir, digo-lhe desde já que o serviço que lhe fizeram até foi gratificante para si que ficou com a sanita desentupida ao fim de dez minutos. Agora acho mal fazer-se um search na net e aparecer o seu post que não faz jus ao trabalho da empresa.

manuel disse...

Pois, mas será se te pagassem 120 euros para mexer na Porcaria... merd dos outros tamebm achavas caro, poiss.. por isso é que ligaste a outros para te ir mexer na tua porcaria, olha experimenta ir trabalhar e depois vem falar mal dos outros que trabalham 24 Horas

Anónimo disse...

Poiss... é caro, mas levanta uma pergunta, se a sanita era tua e a porcaria familiar, porque é que não meteste lá as mãos e a tiraste o que lá estava, poisss, se calhar nem que te pedissem o dobro lá querias meter as tuas mãos.

É facil dizer é caro, são uns malandros e quem tem mau aspecto, mas experimentem trabalhar com a merda dos outros e ver se conseguem andar a fazer esse trabalho.

Anónimo disse...

a desentop é uma empresa que nao pratica os mesmos valores pois no meu predio onde habito para desentupirem a caixa de esgoto levaram da 1 vez 350€ + iva e da 2 vez 435€ reclamei para a desentop em camarate e disseram-me que cada piquete de urgencias tem o seu preço. a desentop é só NOME.

Anónimo disse...

á melhor coisa e consultar os precos

Anónimo disse...

credo

Anónimo disse...

eu hem